segunda-feira, 11 de junho de 2007

Meu Manual de Instruções

(Inspirado no texto "Eu, Modo de Usar", da Martha Medeiros)

Me observe de longe, adoro troca de olhares.
Mas não seja tão descarado a ponto de eu achar que você é assim sempre, nem tão discreto, de modo que eu não consiga perceber que você está me olhando.

Me faça rir, rir muito!
Fale dos outros a nossa volta, conte besteiras!

Mostre que quer algo da vida, que não está só de passagem, que não é avoado, que quer trabalhar, estudar... mostre-se responsável!
Você tem que ser engraçado... mas ao mesmo tempo sério e ambicioso.

Saiba curtir a vida!
Tome um porre comigo, vá a uma festa em um dia de semana, tome banho de chuva...
Mas também seja chato, queira estudar para uma prova, dormir cedo.
É importante saber conciliar tudo!

Seja caseiro também, alugue um filme, peça uma pizza.
Me faça pequenas surpresas, deixe um bilhete na minha bolsa, me dê uma flor, me ligue em um momento inesperado...
Não sou uma mulher cara, nem difícil de agradar.

Goste de esportes!

Seja companheiro para tudo, desde uma festa com todos os nossos amigos até um almoço de família num domingo!

Esteja sempre disposto
(tudo bem, pode ter seus dias de preguiça também)!

Saiba ceder e fazer com que eu ceda!
Não se faça de esquecido para tirar vantagem em determinadas situações!
Não fique em cima do muro, assuma as suas vontades, mas não queira que elas sejam atendidas sempre!

Não tente fazer com que a nossa relação seja perfeita, invente uma briguinha idiota de vez em quando!
Mas não exagere!

Me abrace quando eu chorar, em silêncio!
Mas caso o motivo do choro seja você...
ME ABRACE TAMBÉM!
Se eu mandar você embora, não vá! Ou pelo menos insista pra ficar.

Não seja estúpido, isso me irrita tanto...
E não grite comigo, pois eu vou gritar também!

Exponha sua opinião, mesmo que ela seja contrária à minha.
Saiba argumentar e saiba aceitar meus argumentos também.
JAMAIS tente impor a sua opinião sobre a minha de modo que não seja através de argumentos coerentes e aceitáveis.
Me contrarie às vezes, não preciso estar sempre certa... você não precisa fazer TUDO que eu quiser, nem do meu jeito (só as vezes, tá?!)

Me critique, não me importo...mas também saiba me elogiar e valorizar as coisas boas em mim, ok?
Aceite críticas também...pense sobre, não se irrite, não ache que eu quero mudar você ou que eu me acho superior (!!!)...só dê uma chance e reflita...

Saiba admitir quando está errado e, principalmente, saiba pedir desculpas.
Não tenha vergonha de chorar na minha frente.

Não banque meu pai, nem meu irmão mais velho... o seu papel não é esse.

Não me encha de presentes, mas seja carinhoso, muito carinhoso!
Cuide de mim quando eu estiver doente... eu adoro ser mimada!
Mas só faça isso se você for capaz de manter essas atitudes ao longo da relação! Não me deixe mal acostumada!

Não fume, beba de vez em quando...

Não me acorde, odeio ser acordada.
Mas você será perdoado se for amável, tranqüilo...e se me deixar ficar mais cinco minutos na cama!

Seja sincero, diga que eu estou linda ou que não gostou da roupa...
Mas se você acha que a sua sinceridade vai me irritar ou me deixar muito triste...hmm...melhor mentir!

Diga que me acha bonita, que eu chamo a atenção, que eu tenho personalidade e que você gosta de conversar comigo. Não fale do meu corpo, mas elogie meus cabelos e meu perfume.

Não precisa reparar quando eu tiver cortado o cabelo, nem quando eu estiver vestindo uma roupa nova, não ligo para isso!

Me conte alguns de seus segredos, não todos..
Viva a sua vida e me deixe viver a minha...
É importante que se preserve a individualidade.

Não queira viver grudado em mim, não gosto de vida de marido e mulher, a menos que eu realmente esteja casada!
Me faça sentir saudades, ficar brava por não poder te ver.
Sinta ciúmes de mim e me faça sentir ciúmes de você também (de novo: não exagere!). Mas mostre que confia em mim e que é confiável!
Os sentimentos precisam oscilar e o coração tem que continuar batendo (por isso as briguinhas e a saudade são importantes, entendeu?).

Não tente mandar em mim!

Me deixe sonhar e, além disso, me apóie nos meus sonhos...
Mas seja um pouco realista quando achar que deve.

Valorize sua família e seja agradável quando estiver com a minha.

Se você já leu tudo até aqui, ótimo!
Se você não leu, não importa...não precisa seguir tudo isso, relacionamentos não obedecem a regras...(não precisa fazer tudo que eu quiser, lembra?)
Apenas goste de mim e, principalmente, me respeite!Ponto!

2 comentários:

Carolina Tavaniello disse...

Procura-se alguém disposto a engatar relacionamento. Gi entimando os homens. Hehe
Muito bom o texto. Faço das tuas palavras a minha. Dosar é o remédio, um pouco de um lado, um pouco do outro, e tudo se ajeita!
Beijos

Samir Oliveira disse...

Bah muito bom o texto. Dá vontade de continuar lendo até o final. Parabéns! Legal esse teu outro blog, não tinha visto ainda.