quinta-feira, 19 de julho de 2007

Inspiração de sobra

Já li pelo menos um bilhão de textos sobre falta de inspiração, o tal "branco" ou qualquer outra coisa que possa ser inserida nesta categoria. Mas nunca li nada a respeito do excesso de inspiração. Por que não? Será que não há escritores que, um belo dia, foram atacados por um turbilhão de idéias sobre diferentes temas?

Pois isto aconteceu comigo há algum tempo atrás. Nunca retirei meus melhores amigos - o bloco de papel e a caneta - tantas vezes da bolsa em um mesmo dia. E meus dedos nunca trabalharam tanto, tendo que anotar, anotar e anotar a idéia que estava chegando, assim, sem pedir licença e sem ao menos telefonar antes de vir. Neste dia, acredite, pelo menos cinco textos foram esboçados em meu pequeno bloco de anotações. Fiquei tão alovoraçada, pois tenho quase certeza de que o contrário é muito mais comum. Mas também fiquei meio irritada, confesso, pois a chuva torrencial de idéias resolveu aparecer justo em um dia em que eu não tinha tempo para sentar, pensar, colocar tudo em ordem e escrever.

Baseada nesta experiência, cheguei à conclusão de que a inspiração é como namorado(a): quando queremos alguma, por mais simples que seja, não encontramos; quando já temos, aparecem outras trezentas querendo tomar o lugar da primeira.

Ou então como festas: numa noite não tem NADA; na outra, as melhores festas do mês.

Ou como estágios: enviamos currículo para dezenas de empresas, nos sentimos inúteis, currículo para dezenas de empresas e queremos muito trabalhar. Nada aparece; alguns meses depois, conseguimos um ótimo estágio, estamos felizes, mas o telefone celular não pára de tocar. São ofertas tentadoras, que resolvem aparecer todas ao mesmo tempo, justamente quando já estamos ocupados.

Ou como... chega! Acabou a inspiração.

9 comentários:

Ananda Etges disse...

Adoro as relações que tu estabelece Gi!
Eu também andei tendo um dia desses, mas nada ficou bom. Muitas idéias, pouca organização!
Beijoo!

Carolina Tavaniello disse...

Juro que já tive mil inspirações em um mesmo dia. Tudo que eu via era motivo para pensar: "isso daria um belo texto". Entretanto, na hora H, todas as milhões de idéias fugiram...talvez porque eu não tinha anotado tudo no meu bloquinho.
Adorei o texto!
Beijos

Giane *Pseudo EcoJornalista Kamikaze disse...

Espero que vc tenha mais dias assim. Com tanta inspiração pode encher o blog de textos né! Eu sempre passo aqui para ver se tem algo novo. Curti um crônica Summer em que vc diz que cantarolava pela rua ppara parecer descolada ... Agora quando ando cantarolando sempre lembro disso. :o)
Bjus

Alexandre Gil disse...

Adorei a relação com os namorados. Épocas das vacas magras, épocas das gordas, mas o pior mesmo, ..é a entre-safra!
No meu dicionário de escritor, utilizo as duas palavras: fazes x fezes heheheh

Qto a inspiração, sei lá, não há explicação. Só Eisten: tudo é relativo.

bj

Alexandre Gil disse...

corrigindo.
fases é com "s"

bj

Liza Mello disse...

bah, esses dias são legais, mas irritantes. O pior é q pra mim essas várias idéias depois não costumam se desenvolver, como se houvesse uma cota: para haver muitas idéias elas devem ser curtas. Tomara q pra ti não seja assim, pq gosto de passar por aqui e ser surpreendida por um novo texto!

Matheus disse...

achei a tua cara esse texto giana. falando de festas, estágios (justo o que estamos passando agora.. hehe) e namorado..
muito bom o texto!!
bjão

Samir Oliveira disse...

Inspiração eu tenho, só que nunca na hora certa: a de escrever! Deixa, um dia o pellanda vai inventar um aparelho qeu automaticamente anote nossos pensamentos em um chip grudado no cérebro ^^ ehehe viajei!

adorei o texto! beijão

Willy from Hell disse...

Já tive dias assim... de idéias saírem pelas orelhas até. Normalmente quando estou andando pelo centro sem muito rumo.

Mas não uso blocos. E nem tenho um.

E quando chego na frente da escrivaninha, do pc, do papel enfim, eu já não tenho mais aquele "feeling" que me inspirou e fico sem vontade de ecrever porque acho meio mecanico demais escrever sem ter "A" razão pra isso...

sei que eu ando sem inspiração, e ando sem namorada também...
hehehe